Iniciativa Europeia pela Longevidade — a saúde integral como um tema único

O desejo de viver uma vida longa e saudável transcende diferenças econômicas, políticas, culturais, geográficas, étnicas, religiosas e de sexo, que dividem a humanidade em grupos diversos, e muitas vezes, opostos. Os defensores da Longevidade Saudável podem atrair representantes de literalmente todos os tipos de comunidades humanas; esta é uma de suas maiores forças. Entretanto, a efetividade da defesa da longevidade em produzir resultados concretos depende de várias condições: duas condições cruciais são a escolha do momento oportuno e o nível da operação. Este texto de opinião tem como objetivo defender que o momento adequado é agora mesmo, para organizar um grupo focado na defesa da longevidade a nível da União Europeia.

Por que existe a necessidade de uma ação política e de defesa da longevidade saudável como um tema único dentro da União Europeia?

Coloquemos três motivos e alguns fatos correspondentes.

Em primeiro lugar, um motivo global: existe uma ampla necessidade de comunicar fatos, princípios e argumentos modernos e atualizados em relação à pesquisa sobre o envelhecimento e a oportunidades de tecnologias de longevidade dentro da União Europeia, com a mensagem única de que só essas novas tecnologias proporcionarão uma solução de longo prazo para os problemas apresentados pelo envelhecimento e o atendimento à saúde geral. A essência da mensagem central é que o maior propiciador da saúde geral é o maior aumento da extensão do tempo de vida saudável, que só pode ser alcançado com intervenções médicas radicais de longevidade saudável.

Fato número 1: a década passada proporcionou uma completa mudança no paradigma relativo à compreensão dos principais processos característicos do envelhecimento biológico e a maleabilidade do processo de envelhecimento em geral. Tendo como base a pesquisa acumulada das décadas anteriores, a pesquisa sobre o envelhecimento tornou-se algo completamente estabelecido, e o paradigma da gerociência translacional recebeu o apoio de fortes defensores que trabalham em intervenções que têm como objetivo direto as causas básicas do envelhecimento biológico para evitar — o maior assassino ­— as doenças relacionadas ao envelhecimento, e estender o tempo de vida saudável significativamente.

“… existe hoje em dia uma indústria nova e mundial da longevidade, ainda em suas etapas iniciais, mas com um imenso potencial.”

Fato número 2: Seguindo os passos da ciência e sendo impulsionada financeiramente de forma potente por investidores e empresas de tecnologia em geral, mas principalmente de Tecnologia da Informação, existe hoje em dia uma indústria nova e mundial da longevidade, ainda em suas etapas iniciais, mas com um imenso potencial.

Em segundo lugar, atualmente não há uma organização específica, com representantes da maioria dos países da União Europeia, que realize uma defesa focada e efetiva da longevidade saudável a nível da União Europeia. Está claro que existe um grande espaço, no ambiente político, para a defesa de uma política relativa à longevidade.

Fato número 3: a ação política da longevidade como tema único na União Europeia tem na verdade uma data de nascimento (ou um período de nascimento): as eleições para o Parlamento Europeu de 2019. Nesse período, vários atores, em diferentes países, apresentaram-se às eleições focando o assunto de trabalhar rumo a evitar as doenças relacionadas ao envelhecimento com tecnologias de longevidade saudável. Destaco aquí um partido político singular, de tema único e específico, o Partido pela Pesquisa em Saúde, da Alemanha, e eu mesmo, que me apresentei como candidato independente na Região do Leste da Inglaterra. Recebemos 0,2% dos votos com um orçamento quase nulo, sendo virtualmente desconhecido, o que significa que a cada 500 eleitores, 1 considerou que a missão e o programa mereciam seu voto.

Em terceiro lugar, atualmente a crise de saúde pública iniciada pela pandemia do coronavírus é o argumento prático individual mais importante para que sejam desenvolvidas robustas tecnologias de longevidade saudável que protejam as pessoas de todas as idades, evitando a sensibilidade a infecções e a doenças não transmissíveis relacionada à idade, e para que este compromisso seja colocado no centro da política e da sociedade humana.

Ponto 1: a idade cronológica, incluída a aceleração dos processos do envelhecimento biológico, é o maior fator de risco para a severidade da infecção por COVID-19.

Ponto 2: o inédito orçamento de € 1,82 trilhões do pacote de recuperação do coronavírus, a que se chegou por acordo dos líderes da União Europeia na semana passada, mostrou que só uma crise de saúde pública desta magnitude pode desencadear um passo histórico como este, e oferece à União Europeia um novo mecanismo para lidar com crises.

Todas estas razões estão conectadas a um momento específico, o que mostra uma oportunidade aberta. Quem se dispõe a enfrentar estes desafios?

O que é a Iniciativa Europeia pela Longevidade?

A IEL é uma associação livre principalmente de cidadãos e residentes da União Europeia coordenando-se para formar um grupo de defesa da longevidade saudável que tenha como objetivo específico a legislação a nível da União Europeia e o público em geral da União Europeia.

Seus associados são atualmente dos seguintes países da União Europeia: Alemanha, Eslovênia, França, República Tcheca, Bélgica, Hungria, Grécia, Áustria e Polônia.

Além disso, os atuais associados da IEL são representantes de pelo menos seis grupos europeus existentes de defesa da longevidade.

1. O previamente mencionado Partido pela Pesquisa em Saúde, da Alemanha — Partei für Gesundheitsforschung

2. O LongevityForum.eu, financiado por defensores da longevidade na República Tcheca

3. A Longevity International, que faz a gestão do pioneiro Grupo Parlamentar de Todos os Partidos (APPG) pela Longevidade no Reino Unido

4. O Instituto Internacional da Longevidade, baseado na Polônia e em Liechtenstein

5. A Sociedade para o Vital Prolongamento da Vida da Eslovênia — Društvo za vitalno podaljševanje življenja Slovenije

6. A Sociedade pela Extensão da Vida Saudável — Heales Société pour l’Extension de la Vie, baseada na Bélgica

Os associados têm, por um lado, um diverso histórico profissional — cientistas biomédicos, engenheiros, cientistas sociais, empreendedores, investidores da indústria da longevidade, entre outros. Por outro lado, o foco dessas pessoas é claro e bem alinhado.

Foco atual: A Iniciativa Cidadã Europeia

A Iniciativa Cidadã Europeia é uma forma singular de contribuir para a construção de políticas e a legislação da União Europeia. A proposta de Iniciativa específica precisa alcançar 1 milhão de assinaturas para que a Comissão decida sobre ações.

Agora, esta Iniciativa se ajusta muito bem ao atual estado da política relativa à longevidade saudável por três motivos, e estes três motivos podem ser alinhados com os três motivos mencionados acima.

1. O alcance da Iniciativa é geral, de cima para baixo, e pode ser adequadamente usada para aumentar o conhecimento político geral relativo à causa da pesquisa do envelhecimento e a longevidade saudável. Dado que ela tem como objetivo contribuir para a construção de leis na União Europeia, ela propicia uma oportunidade de fazer com que o foco na longevidade saudável seja parte do DNA legislativo da União Europeia. A essência da mensagem sobre a maleabilidade médica do envelhecimento biológico é nova ainda e deve encontrar seu caminho rumo à estrutura legal superior da União Europeia, mesmo se no início o fizer na forma de criações legais não vinculantes.

“… uma ferramenta estratégica espetacular para fazer avançar a educação e o treinamento para a próxima geração de defensores da longevidade saudável … a longevidade não será mais considerada um assunto de nicho ou periférico.”

2. Uma iniciativa como esta requer a formação de um grupo de organizadores de pelo menos sete países da União Europeia. Esta é uma ferramenta estratégica espetacular para fazer avançar nossa causa e nossa missão, e pode contribuir para a educação e treinamento para a próxima geração de defensores da longevidade saudável, para quem a longevidade não será mais considerada um assunto de nicho ou periférico. Além disso, uma Iniciativa é um próximo passo lógico em relação às candidaturas do ano passado ao Parlamento Europeu permitindo um movimento de longevidade por toda a Europa. Uma Iniciativa que tiver sucesso, e eu diria que isso se aplicaria mesmo a uma que não tivesse sucesso, proporcionará vantagens táticas adicionais por ser uma tentativa da Europa em seu conjunto.

3. A questão do 1 milhão de assinaturas. Devido à pandemia, há uma maior sensibilidade à saúde pública nas pessoas em geral e a situação sem precedentes me dá esperanças de que uma proposta legislativa de longevidade saudável razoável, mas também direta e firmemente implementada, possa alcançar 1 milhão de assinaturas. Este pode ser o mais importante resultado político já alcançado pelo movimento pela longevidade na política internacional.

Planos futuros

Além de focar na Iniciativa, há várias outras ferramentas na “caixa de ferramentas” da defesa da longevidade na União Europeia; uma delas seriam petições específicas, detalhadas e adaptadas localmente. Petições são submetidas ao Parlamento Europeu — para comparação, Iniciativas são submetidas à Comissão Europeia — e devem ser relativas a atividades existentes da União Europeia. Aqui é necessário encontrar causas que possam ser acolhidas totalmente e de uma forma específica com nosso compromisso.

Uma estratégia promissora seria levar em conta a Agência Europeia de Medicamentos (EMA). Tradicionalmente considera-se que a EMA é altamente alinhada com a FDA dos EUA em suas decisões, mas há também destacadas diferenças. Enquanto que a FDA é uma agência federal, a EMA é uma agência científica descentralizada, e não uma autoridade regulatória. Penso que a EMA deveria ter um papel muito maior como proponente das vindouras oportunidades médicas de longevidade saudável.

Por fim, voltando ao ponto 2 mencionado acima, a IEL oferece uma oportunidade de educar e treinar os primeiros reais políticos profissionais de longevidade dentro do contexto da União Europeia. Atualmente, nosso principal veículo é um espaço de trabalho do Slack. Se você sente que gostaria de se juntar a nós, por favor envie um e-mail a longevitypolitics@gmail.com e considere torna-se um agente ativo da mudança da longevidade.

A hora é agora. Agora é a hora.

Entre em contato com Attila no Twitter: @attilacsordas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *